Páginas

VÍDEO DO DIA

Morre um gênio que deu alguma utilidade a uma invenção fútil por natureza


BAIXE DE GRAÇA!

Eu sempre achei que a grande diversão era mudar de canal. Já que quase tudo que passa na TV é dispensável e feito pra ser visto sem a menor concentração, nada mais adequado que um equipamento que me poupasse de ficar sentado colado nela, coisa que fiz até o dia em que consegui uma TV com controle. Daí em diante passei a considerar esse um dos grandes inventos dos tempos modernos. Hoje tenho um controle remoto e aposentei a TV.

Deu no Estadao.com:
Inventor do controle remoto sem fio morre aos 96 anos
Nayara Fraga

Ele ficou conhecido pela criação do controle remoto Flash-Matic, em 1955. O dispositivo funcionava por meio de um feixe de luz que acionava células sensíveis na televisão. O problema era que as células não distinguiam muito bem a luz do controle da luz emitida por outras coisas. Além disso, era preciso mirar muito bem o equipamento no receptor da TV para que ele funcionasse.

À época, o invento foi considerado uma grande revolução. Junto com o engenheiro Robert Adler, que melhorou a criação de Polley, ele ganhou um Emmy por seu trabalho com controles remotos. Ele também contribuiu para a criação do videodisc, um precursor do DVD, e do rádio de carro com botões para apertar (no lugar daqueles de girar), segundo o Los Angeles Times.