Páginas

VÍDEO DO DIA

Tá na hora de criarmos a polícia da polícia: cada vez mais essa que tá aí se distancia do interesse público e, ainda mais, do público

BAIXE DE GRAÇA!

Deu no oglobo.com

RIO - Rita Lee foi parar na delegacia, após seu show de despedida na Barra dos Coqueiros, em Aracaju, realizado na noite do último sábado. De acordo com matéria publicada pelo site G1, a cantora foi detida porque teria chamado os policiais que faziam a segurança no local de “cachorros” e “filhos da puta”.
O delegado Leogins Correa, da Delegacia Plantonista de Aracaju, afirmou ao site na manhã deste domingo que, em seu depoimento, Rita alegou ter agido pelo calor da emoção e por ter considerado truculenta e desnecessária a ação dos oficiais com seus fãs. Segundo o delegado, ela citou como testemunhas a ex-senadora e vereadora de Maceió, Heloísa Helena (PSOL-AL), e a deputada estadual do Rio de Janeiro, Janira Rocha, que estariam presentes no show.
Momentos após seu show a cantora escreveu em sua página no Twitter que havia sido detida pela polícia devido ao que disse no palco: “Polícia dando trabalho p/ mim, quer me prender, embasamento legal ñ há, ñ retiro uma palavra do q disse, o show era meu!”. Logo depois, avisou no microblog que estava à caminho da delegacia para prestar depoimento: “Tô indo p/ a delegacia...a polícia d Aju ñ gosta d mim mas Sergipe gosta”. Duas horas depois, ainda na madrugada deste domingo, avisou aos seus mais de 350 mil seguidores que havia sido liberada e postou mais uma mensagem sobre o assunto: “Solta graças à vereadora Heloísa Helena q estava na plateia e prestou idêntica versāo”.