Páginas

VÍDEO DO DIA

O crítico da Folha odiou Kravitz. E você?

De Thales de Meneses pra Ilustrada.

O cantor americano Lenny Kravitz deveria contribuir para injetar mais rock neste Rock in Rio criticado por ter pop e axé no cardápio. Mas ele é incapaz disso.

Veja galeria de fotos do quinto dia do festival
Confira os destaques da programação do quinto dia
Confira a cobertura especial do festival

Porque Kravitz parece cantar rock, mas na verdade não consegue. Sua música é uma colagem de frases musicais do gênero, mas sem nenhuma liga. Ele faz simulacros de canções. São, no máximo, trilha para peças de publicidade que tentam ter uma aura moderna e roqueira.

Roberto Filho/AgNews

Lenny Kravitz se apresenta no 5º dia do Rock in Rio; astro<br> é a penúltima atração do palco Mundo
Se ao menos ele fosse um pouco melhorzinho de palco, mas nessa hora a coisa toda só piora.
Kravitz tem tudo calculado, da roupa "certa" à maneira que ele pensa ser cool de sacudir a cabeça junto ao microfone.

O gestual é um amontoado de poses de rock stars, mas totalmente exagerado, nada natural. Kravitz dá a impressão de ser um ator tentando interpretar um cantor. Um ator canastrão, diga-se.

Depois da quarta ou quinta canção, todas ficam iguais. Sem a mínima personalidade, os temas vão sendo apresentados e esquecidos na mesma velocidade.

Nenhum show sobrevive a tanta afetação.