Páginas

VÍDEO DO DIA

Prodígio...?

Colabore com a nossa "caixinha" de e-mails. Deixe o seu aqui ao lado!




Um prodígio é alguém que demonstra capacidade e desenvoltura excepcionais em idade muito tenra.

Mozart, por exemplo, circulou pela Europa apresentando-se e deixando a nobreza de boca aberta com sua fabulosa capacidade musical demonstrada desde os seis anos de idade.

Os prodígios encantam as platéias por serem algo quase inexplicável. Porém, eles não surgem do nada ou como num passe de mágica. Na verdade são, via de regra, frutos do meio e respondem (muito) bem aos estímulos da educação direcionada.

Veja o caso da mãe da violinista japonesa Midore Goto. Ela percebeu o talento na menina quando esta tinha apenas dois anos de idade. Desde então lhe deu total apoio. Sem isto, certamente, Midore não teria levado às lágrimas o grande violinista israelense Pinkas Zukerman que disse, ao ouvir Midore, ser um privilégio estar diante de um femômeno que ocorre uma vez a cada cem anos.

Infelizmente ser um prodígio não é garantia de futuro promissor na música. Muitos desistem e outros são impelidos para fora desse universo por forças alheias.

Um caso célebre e triste (virou até filme) é o da violoncelista inglesa Jaqueline du Pré que teve sua carreira bruscamente encerrada aos 28 anos de idade por causa de uma doença degenerativa. Aqui, evidente, poucos anos de carreira foram o bastante para colocá-la na história. Mas há muitos prodígios que ficam apenas no prodígio e logo somem.

Por fim, pra ser considerado um prodígio não basta tocar desde cedo. Em muitos países europeus, onde a música é levada a sério, é comum crianças de 9, 10, 11 anos tocarem muito bem violino, piano e etc. O prodígio terá que estar acima da capacidade musical desses. Portanto, não se desespere se você não é um prodígio: quase ninguém o é!

Além do mais, no Brasil, país que não dá a menor bola pra musicalidade do povo, é sensato considerar uma criança que apenas toque direitinho algo realmente prodigioso.

Veja agora um prodígio de sete anos de idade:




Ama a vida e segue!
@galldino