Páginas

VÍDEO DO DIA

O Google sabe de tudo. Por isso sabe quão imenso é Tom.

Me lembro do dia em que Tom Jobim morreu. Ele estava nos EUA. Eu estava no sótão da loja onde morava de noite, vendia instrumentos de dia e tocava os instrumentos expostos de madrugada.

Fiquei o dia inteiro ouvindo suas músicas no quarto. Não saí pra trabalhar. Faltei ao trabalho estando no trabalho.

O mestre faz falta.

Sua música cada vez parece mais distante do "estilo" que se populariza no nosso país. Pior pra quem não ouve Tom, claro. Tom é coisa fina (retirando dessa expressão qualquer boçalidade), da mais cristalina das belezas.

84 anos, seria a idade de um dos inventores da moderna música brasileira que ganhou o mundo todo. Mas Tom é eterno e seres eternos não cabem em idade alguma.

Vivas à Atônio Carlos Brasileiro de Almeida Jobim.