Páginas

VÍDEO DO DIA

Xu-xu-xu, Xa-xa-xa, é o um jeito novo de criticar!

Uma pequena demonstração do conservadorismo da extrema direita. Supondo que uma mulher não pode ter sua filha, apenas pelo fato dessa mulher não estar casada, o então ministro da saúde, José Serra, fez uma declaração patética que, na verdade, é contra as mulheres.

No seu discurso cheio de farsa ele tentava nublar a história do Brasil, já que certamente bem sabe: as mães solteiras foram (e são) as grandes responsáveis pela criação e educação de parte substancial dos filhos deste nosso país.

Muitos e muitos homens preferem, certamente, fugir assim que se deparam com uma gravidez que, com toda certeza, ajudaram a produzir. Deixam tudo sobre os ombros da mulher e saem de fininho, como se não tivessem nada com o caso.

Isso é traço histórico: há um enorme número de mães solteiras desde sempre. Mulheres que não abrem mão de sua nobre maternidade. Dignas e bravas. Abandonadas pelo parceiro num momento crucial e difícil de suas vidas, seguem firmes.

Prova disso é a lei recente que obriga homens irresponsáveis e malandrões à pagarem pensão, sob pena de cadeia. Até pouquíssimo tempo, porém, eles não pagavam, não assumiam, não respondiam, continuavam engravidando quantas eles pudessem e ponto.

Está aí a base das idéias conservadoras e autoritárias contra a mulher. Não há montagens nem distorções no vídeo que segue: pra essa corrente de "pensamento" as mulheres devem se curvar aos mandos de quem sabe das coisas: ELES.

No caso da apresentadora Xuxa era uma mulher de sucesso e independência que, mesmo assim, enfrentou a fúria machista por desejar ser mãe mesmo sendo solteira.

Xuxa dá uma resposta digna e indignada:



Goste ou não da apresentadora, ninguém poderá negar o supremo direito de uma mulher ter filho. Ok, direito ela teve, já que o bebê veio. Mas é preciso ter também RESPEITO pela decisão das mulheres.

Ou...

1) Será que mulheres solteiras não podem "fazer amor", já que há sempre a possibilidade de gravidez, mesmo com os cuidados mais intensos?
2) Será que elas estariam proibidas de optarem por um ou mais filhos sem a supervisão do universo masculino dominante?
3)Ou será que Serra preferiria que, no caso da gravidez fora do casamento, as mulheres abortassem discreta e higienicamente?

Pense nesse tipo de autoritarismo. Ele está em voga na campanha eleitoral de 2010.
Está disfarçado, mas está aí!

Ama a vida e segue!
@galldino