Páginas

VÍDEO DO DIA

Vamos ao TOP10? Clic pra ouvir "Amorticínio"




Minha canção “Amorticínio” ressurgiu depois de anos de esquecimento. Havia uma letra anterior que não era o que eu queria. Daí o abandono. Quando fui definir o repertório lembrei-me dela: compus nova letra e encaixei na melodia que eu havia feito.

Fala, de forma simples mas invulgar, da coragem que é preciso para amar. Do amor como uma “breve aurora que resvala na escuridão, precipitando na dor da solidão”. Uma dor necessária, que “nasce nos olhos de quem é feliz”. Como todos “morremos" de amor, trata-se de um morticínio. Logo, amor + morticínio = "amorticínio".

Perceba a ambiguidade no nome da canção: “amorticínio” é um trocadilho de afirmação, ao fundir duas palavras, mas é também um neologismo de negação (amorticínio = não morticínio).

Gostou? rs

Do meu CD, OctOpus, essa é uma das duas canções que não estão subordinadas à sonoridade “POP experimental”, digamos. Não é o que um amigo chamou de “Saravábeat”. Mas é uma das prediletas.

Foi gravada ao vivo no estúdio: violão e voz com uma guitarra sutil ao lado do baixo acústico e d’um vazo (percussão), mais clarone e clarinete no solo final.

Estou muito feliz pois ela é a 11º. colocada no TOP100 da trama virtual, com quase 6mil audições.

Conto com seu clic: vamos colocá-la no TOP10 antes de 2010?

Vamaê -> Clic aqui!

Veja também o vídeo:



Ama a vida e segue!