Páginas

VÍDEO DO DIA

O que te choca, o que te move?

Num mundo em que imagem é tudo, OctOpus lança na nossa cara a verdade que nela está estampada: estamos surdos de tanto ver! Estamos surdos...

Com essa frase eu costumo iniciar minha apresentação.

pesquisas que demonstram que, hoje em dia, não conseguimos assimilar bem a escrita, a música e outras "sutilezas". Porém, diante de signos e imagens (em geral de marketing) ficamos como que encantados.

Uma "idiotização"?

Outro dia vi um vídeo de um mega show: atrás e nas laterais do palco havia telões. Imensos telões
O que acontecia nessas tvs gigantescas não tinha muito nexo com o que ocorria no palco. De fato, parecia que eram apenas para situar as pessoas em sua realidade meramente visual.

Esse tipo de coisa pode demonstrar como a capacidade auditiva do público é cada vez mais escassa. Se, em outros tempos, pra absorver uma obra de arte sonora era preciso refinamento, como diziam os teóricos da ars nova, nos nossos dias apenas "ouvir" (de fato) seria um ato heróico.




A questão é que, mesmo questionando essa problemática do apelo quase exclusivamente visual dos nossos tempos, em detrimento de tudo mais, há que se usar dessa arma também.

Como?

Me ocorreu fazer do cenário uma instalação.

Vou colocar as imagens provocativas desse cenário aqui no blog e convidar cada um de vocês para pensarmos sobre elas.




O que te choca, o que te move?




Essa imagem causa-lhe algum pensamento específico? Alguma rejeição ou atração?



Somos uma cultura que coloca a pornografia em estantes bem altas nas bancas de revistas, para que nossas crianças não tenham acesso. Nos escandalizamos com a internete levando "tudo" pra dentro dos lares.

Por outro lado, nessa mesma cultura, damos armas de fogo de brinquedo para as crianças; usamos como enfeites e chaveiros artefatos de guerra; garantimos que filmes ultraviolentos não interferem em nossa persepção do real; mostramos no JN, o programa da família reunida, pessoas sendo assassinadas quase ao vivo.


E tudo isso é muito "normal" e estabelecido como "bom" e familiar.


O que te choca, o que te move?

Responda no seu comentário. Ele é bem-vindo.

Ama a vida e segue!